ACET – Associação dos Cronistas Esportivos de Taubaté completa hoje 74 anos

Primeira Diretoria da ACET, nascida em 06 de outubro de 1943

IMG_0398 cópia

Foto da 1ª Diretoria da ACET – da esquerda para direita: José Romão Pereira, Lycurgo B. Querido, Wellington Queiroz de Oliveira, Merimar Barbosa e Benedito Marcondes Ferreira. Sentados: José Pedro Saturnino e Moisés Calile Junior – foto A Tribuna edição de 06/10/54

A ideia da criação de uma Associação, surgiu em uma conversa: “ Era preciso que os cronistas tivessem um ponto de apoio para que pudessem se desenvolver. E tinha o velho problema da absorção dos outros esportes pelo futebol”. Foi com essas palavras que o jornal a Tribuna de 06/10/1954 contou a história da criação da ACET.

E continua: “O negócio interessou para uma dúzia de escribas ou pouco mais. E falou-se com o Vita, e com Audrá, e com Marcondes. E Romão falou com Moysés, Saturnino falou com Queiroz, Bob Jr. falou com Luiz Vicente, e este com Curáu, e o Lycurgo com Meirimar.

Foi exatamente assim que  nasceu a ACET – Associação dos Cronistas Esportivos de Taubaté, fundada por abnegados cronistas esportivos da cidade, em uma reunião que aconteceu às 20 horas do dia 6 de outubro de 1943, nas dependências do Taubaté Country Club. Estiveram presentes, Arthur Audrá, Lycurgo B. Querido, Wellington Queiroz de Oliveira, José Pedro Saturnino, Moisés Calile Junior, José Romão Pereira, Juarez Guizard, José Roberto Monteiro, José Clabunde, Luiz Vicente Monteiro, Roberto da Mata Ribeiro, Benedito Marcondes Ferreira.

  Naquela noite, José Pedro Saturnino abriu a reunião informando que o encontro tinha como objetivo a “necessidade de se criar uma Associação, para proporcionar maior amplitude ao movimento esportivo da cidade”, entendendo existir “uma lacuna, considerando o crescimento da cidade no meio esportivo”.

Com a aprovação de todos os presentes, o senhor Welington Queiroz de Oliveira sugeriu a criação  da primeira diretoria provisória formada por três membros, com a finalidade de dirigir os trabalhos da Associação , até que fosse eleita  uma Diretoria definitiva. Por sugestão do senhor Artur Audrá, foi proposto  aclamação do senhor José Pedro Saturnino como primeiro presidente,  proposta aceita por unanimidade. Para vice presidente foi escolhido o senhor Moisés Calile Junior e Benedito Marcondes Ferreira para secretário.

O novo presidente solicitou que constasse em Ata, especial agradecimento  à Diretoria do TCC – Taubaté Coutry Club, na pessoa do Dr. Artur Audra, pela disponibilização das instalações do clube para a realização da primeira reunião, quando então o presidente do clube pediu que também constasse em Ata, que o TCC estaria sempre apoiando a nova Associação, disponibilizando inclusive locais para realizações  das futuras reuniões.

Até os anos 60, a ACET sempre foi ativa, acompanhando os eventos esportivos da cidade de Taubaté, representando os cronistas esportivos, não só em Taubaté mas nas  cidades do Vale do Paraíba, onde quer que houvesse um evento esportivo.

Sempre que o E. C. Taubaté jogava, a ACET nomeava um representante para acompanhar a partida, sendo responsável pela divulgação das informações do jogo, para todos os demais jornalistas e órgão de imprensa da cidade. Por isso, é comum encontrar em jornais dos anos 40, 50 e 60, notícias de esportes trazendo sempre no início, a informação: “fulano de tal que lá esteve representando a ACET”, diferente nos dias de hoje que as informações chegam em tempo real.

Em 1969, com a paralisação das atividades do departamento de futebol do E. C. Taubaté, a ACET não desapareceu, mas suas atividades ficaram enfraquecidas, se limitando apenas no apoio ao esporte amador da cidade.

Além de José Pedro Saturnino, vários outros abnegados da imprensa de nossa cidade, assumiram o cargo de presidente da ACET. Podemos até citar alguns, José Marcelino de Lima, Oscar Guratti, Romão Pereira, e outros dedicados aceteanos, como José Barros Junqueira, Luiz Vicente Monteiro, Nelson Pesciota, Evaldo Costa, Paulo de Oliveira, Guido Sales, J. Bonani, Oscar Guratti e outros.

Os associados contribuam com valor anual, participava de reuniões, festas entre os associados, recebiam cartão de cumprimento pelo aniversário, e não faltava a tradicional partida de futebol no final do ano seguido do churrasco. Até carteira de associado existia. (Tenho a minha carteira guardada até os dias de hoje, assinada pelo presidente Oscar Guratti).

 

Com o passar do tempo,  suas atividades foram reduzidas, proporcionando afastamento dos cronistas esportivos das reuniões, praticamente ficando sem atividade, mas nunca desapareceu totalmente do cenário esportivo da cidade. Por várias vezes, ensaiou-se retomar as atividades da ACET, mas sempre as dificuldades especialmente financeiras, atrapalhavam alcançar o objetivo.

Nos últimos 25 anos as retomadas foram mais intensas, chegando até por um período, ter firmada uma parceria com a Panathlon Clube de Taubaté, com o apoio do esportista Willian Saad. Mesmo com  atividades limitadas, encontros voltaram a ser realizados, sempre nos finais de anos, com partida de futebol, churrasco, eleição e premiação aos melhores jogadores do campeonato amador da cidade etc.

Nessa nova retomada, passaram pela presidência da ACET Reinaldo Porto, Adilson Barbosa, Pedro Luiz, Ariovaldo Leite, Antonio Amaral, André Santos, Denizar de Oliveira, Hélcio Veloso etc, e outros dedicados como, Lélis Martins, Claudio Nicolini, Humberto Mendes, Valmir Nunes.

Valdemar Marcon quando presidente da CCE – Comissão Central de Esportes, sedia a sala situada na Rodoviária Velha, para que fossem realizadas as reuniões dos Acetianos. Anos depois, a ACET conseguiu local próprio, utilizando uma sala na Rodoviária Velha cedida pela Prefeitura Municipal.

O que pode ser sentido nos dias atuais é que, a ACET está novamente ensaiando para retornar suas atividades. Existe um grupo de cronistas esportivos, também conhecidos como jornalistas ou radialistas, que procuram manter acesa a chama dessa tradicional Associação. Um grande passo foi dado, criou-se um grupo nas redes sociais, formado pelos considerados associados e apesar de rolar assuntos diversos no grupo, percebe-se que ACET está querendo ressurgir. Vamos acompanhar e estar sempre apoiando essa iniciativa.

Nesta data em que se comemora 74 anos de fundação da ACET, deixamos aqui os cumprimentos a todos os amigos da imprensa escrita, falada, televisada e digital, não esquecendo de muitos que já se foram, que contribuíram desde o início com essa simpática e imortal  Associação.

Moacir dos Santos – moataubate.com

2 comentários sobre “ACET – Associação dos Cronistas Esportivos de Taubaté completa hoje 74 anos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s