PARATLETAS DE TAUBATÉ CONQUISTAM 8 MEDALHAS E DUAS QUEBRAS DE RECORDES NO OPEN INTERNACIONAL DE PARATLETISMO 

Destaques ficaram por conta do Arremesso de Peso onde André Rocha quebrou o Recorde Mundial do Arremesso de Peso na classe F53 e Alessandro Silva quebrou o Recorde das Américas na F11 

Foto 2 - Andre Rocha Open SP

Andre Rocha, novo Recorde Mundial do Arremesso de Peso – Divulgação/CPB

A participação da equipe do Programa Esporte Para Todos, da Prefeitura de Taubaté no Open Internacional Loterias Caixa de Paratletismo foi muito bom. Com uma delegação de 7 atletas, o time taubateano trouxe na bagagem 8 medalhas (5 ouros, uma prata e dois bronzes), uma quebra de Recorde das Américas e uma quebra de Recorde Mundial.

O evento faz parte do circuito mundial de meetings abertos de paratletismo do Comitê Paralímpico, que conta com eventos em 9 países dos cinco continentes. As disputas aconteceram no Centro de Treinamento Paralímpico, em São Paulo.

André Rocha estreia na classe F53 com direito a Recorde Mundial
Principal nome do time de paratletismo de Taubaté, o arremessador André Rocha passou por uma mudança de classe. Como o Open foi a sua primeira competição internacional da temporada, André foi submetido a uma nova avaliação de classificação funcional, que o levou à F53, para atletas com menor grau de deficiência.
A banca de avaliação interpretou que a minha deficiência e o problema que tenho nas mãos e no punho, na verdade, se enquadrariam nas duas classes, mas acabaram optando pela F53, o que foi muito bom para mim, porque essa é justamente a prova que vai ter nos Jogos Paralímpicos em Tóquio e é a prova que eu mais gosto”, disse André.

Em boa forma e relaxado, o paratleta já mostrou a que veio no primeiro arremesso, quando atingiu de 8,73m – 1 centímetro a mais do que o antigo recordista da classe F53, o mexicano Mauro Maximo de Jesus.

“Consegui esta marca logo na primeira tentativa. Eu estava me sentindo bem, mas também bastante ansioso. Parecia a primeira vez que ia competir no arremesso de peso. Ainda bem que consegui uma boa marca, o que me dá muita confiança para focar novamente no Arremesso de Peso”, completou.

Foi a primeira quebra de Recorde Mundial desta edição do Open Internacional de São Paulo. Nesta competição, André Rocha competiu representando a Seleção Brasileira de Paratletismo.

Além do Ouro no Arremesso de Peso, André já havia conquistado o Ouro no Lançamento de Disco, com a marca de 21,02m.

Alessandro Silva é o novo melhor das Américas no Arremesso de Peso
Ainda na prova da bola de ferro, mais um resultado expressivo para a equipe de Taubaté. Alessandro Silva bateu o Recorde das Américas na prova do Arremesso de Peso (classe F11, pra deficientes visuais). Com a marca de 12,90m ele venceu a prova e se tornou o melhor paratleta das Américas nessa prova.

“Alessandro esteve bem, relaxado, e bem consistente, tanto que todos os seus arremessos válidos foram na casa dos 12 metros. Ele evoluiu bem nessa prova, que não é sua especialidade, e vamos continuar trabalhando duro para que ele melhore ainda mais essa marca”, comentou o técnico do paratleta, Guto Nascimento.

O paratleta competiu também no Lançamento do Disco, que é sua especialidade, onde coleciona os atuais títulos Mundial e Olímpico, além do Recorde Mundial na classe F11. Alessandro venceu a prova com 43,17m o que o mantém como melhor do mundo no Lançamento do Disco.

Foto 1 - Julio Cesar Leite

Julio Cesar Leite, medalha de Bronze, com 8,21m. O paratleta também comemorou o resultado da prova do Lançamento do Dardo – Divulgação/CPB

Júlio César Leite traz um bronze e comemora P.B no Dardo
Um dos mais experientes paratletas da equipe do Programa Esporte Para Todos, Júlio César Leite competiu mais uma vez no evento internacional, e não teve vida fácil. Competindo na classe F56, suas provas foram disputadas com a junção de atletas das classes F55 e F57, o que elevou muito o nível.

No Arremesso de Peso, Júlio subiu ao pódio e conquistou a medalha de Bronze, com 8,21m. O paratleta também comemorou o resultado da prova do Lançamento do Dardo, onde cravou 24,38m e fez assim sua melhor marca da vida. Apesar de não ter sido suficiente para o pódio, terminando na 4ª colocação, Júlio celebrou o resultado: ““A prova foi bem complicada, pois no Open houve essa junção de três classes diferentes na mesma prova, F55, F56 e F57, o que dificultou muito já que tive de disputar com paratletas com mais mobilidade que eu. Mas estou muito satisfeito, pois consegui melhorar bastante meu personal best, e esses 24,96m mostram que minha dedicação total aos treinos está rendendo frutos. “, disse.

Foto 5 - Jaqueline Goncalves

Jaqueline Gonçalves (F37) Prata no Arremesso de Peso / Personal Best – foto: Ronaldo Casarin

Jaqueline Gonçalves faz melhor marca da vida no Arremesso de Peso
Única representante feminina da equipe taubateana nesta edição do Open Internacional de Paratletismo, Jaqueline Gonçalves entrou na prova do Arremesso de Peso, classe F37, determinada a melhorar sua marca. E conseguiu. Já no primeiro arremesso, Jaqueline fez 8,51m, seu personal best nessa prova. Com a marca, a paratleta conquistou a medalha de Prata na prova.

Saltadores sobem ao pódio
Kaian Silva conquistou a medalha de Bronze no Salto em Distância (classe T38), com a marca de 5,38m. Também no Salto em Distância, Michel Gustavo Abraham venceu a prova na classe T47 com a marca de 6,70m.

Foto 10 - Tecnico Guto Nascimento e Alessandro Silva

O técnico Guto Nascimento e Alessandro Silva – Divulgação/CPB

Resumo da participação da equipe Programa Esporte Para Todos
Medalhas
Ouro – 5
Prata – 1
Bronze – 2

André Rocha (F53)
Ouro no Arremesso de Peso / Novo Recorde Mundial
Ouro no Lançamento de Disco

Alessandro Silva (F11)
Ouro no Arremesso de Peso / Novo Recorde das Américas
Ouro no Lançamento de Disco

Michel Gustavo Abraham (T47)
Ouro no Salto em Distância

Jaqueline Gonçalves (F37)
Prata no Arremesso de Peso / Personal Best

Kaian Silva (T38)
Bronze no Santo em Distância

Júlio César Leite (F56)
Bronze no Arremesso de Peso

SERVIÇO
Open Brasil Loterias Caixa de Paratletismo 2018
Data: de 26 a 28 de abril
Local: Pista de atletismo do Centro de Treinamento Paralímpico – Rodovia dos Imigrantes, KM 11,5, São Paulo-SP.

fonte: Assessoria de imprensa do Programa Esporte Para Todos

 Sobre o Programa Esporte Para Todos: O Programa Esporte Para Todos é o projeto que congrega toda a prática esportiva destinada à pessoas com deficiência em Taubaté. O programa tem como principal mantenedor a Prefeitura de Taubaté, por meio da Secretaria de Esportes e Lazer, sendo hoje uma das equipes com melhor estrutura em todo o Brasil. A equipe do Programa Esporte Para Todos conta com equipe de alto rendimento, e atendimento social e prática esportiva para pessoas com deficiência. As modalidades que fazem parte do Esporte Para Todos são: Atletismo, Natação, Halterofilismo, Bocha, Basquete em Cadeira de Rodas, Tênis de Mesa, Goalball, Thriatlon, Ciclismo, e Badminton.

Nossos parceiros: PREFEITURA DE TAUBATÉ, Secretaria de Esportes e Lazer de Taubaté, Instituto Sabin, Instituto Mara Gabrilli, Luasa Sports, Cunzolo Acqua, Academy School, Juvy Serviços Médicos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s