E. C. Taubaté perde a invencibilidade, mas permanece nas primeiras colocações

lance

Depois de ter vencido as duas partidas iniciais no Campeonato Paulista da Série A2 (2 a 0 contra o Penapolense e 1 a 0 contra o Rio Claro), o E. C. Taubaté conheceu sua primeira derrota, quando, neste domingo visitou o Santo André e perdeu pelo placar de 1X0.

Apesar da derrota, a equipe taubateana se mantem nas primeiras colocações com seis pontos ganhos em três rodadas, ao lado de Rio Claro e Portuguesa todos com campanha semelhante até aqui.

Na quarta-feira próxima (30) o E. C. Taubaté recebe no Joaquinzão o Sertãozinho que nesta terceira rodada, perdeu em casa par a Inter de Limeira (1 a 0) completando três derrotas.

O JOGO

Com a equipe alterada em relação a ultima partida, quando Marcelo Martelotte não pode contar com o zagueiro Ferron e o meia Ricardinho não figurando no banco de reservas a equipe foi escalada com  Carlinhos em lugar de Moradei e Elias em lugar de Juninho.

A equipe da casa, começou o jogo mostrando que queria a vitoria e passou a dominar a partida, mas foi o Taubaté que roubou uma bola no meio de campo com Elivelton que lançou Caio Mancha pelo meio da área, mas o goleiro chegou primeiro. O time da casa respondeu logo aos 4 minutos com chute forte de Guilherme Carré mas a bola saiu pela linha de fundo.  Apesar do volume de jogo e domínio do maior tempo com a bola, o Santo André não chegava com tanto perigo ao gol de Rafael Roballo, arriscando sempre chutes de longa distancia. Aos 23 minutos o goleiro taubateano viu a bola passar perto do gol, ganhando a linha de fundo após finalização perigosa de Raphael Toledo.

A partir dos 26 minutos o Taubaté igualou o domínio e com 35 minutos já era melhor em campo, criando algumas chances de gol, com Carlinho, outra com Claudinho e uma outra ótima oportunidade, em jogada de Elias pela esquerda que cruzou  mas na chegada de Caio Mancha para finalizar, a defesa conseguiu desviar a trajetória da bola.

O Santo André criou mais uma oportunidade aos 43 minutos em cobrança de escanteio com Raphael Toledo, Denis Neves desviou de leve de cabeça a trajetória da boa, obrigando a Rafael Robalo realizar outra importante defesa.

Para a etapa final, logo aos 4 minutos, em jogada errada no setor defendido do Taubaté, Carlos Alberto não perdoou, recuperou a bola e marcou o gol. No lance foram três tentativa, sendo que uma delas tocou na trave.

Mesmo tentando buscar o empate o Taubaté não conseguia criar jogadas pelo meio, forçando os lances pelas pontas, ora com Jean que subia para o ataque, ora com Erik e Elias, mas as jogadas não eram concluídas com eficiência. O árbitro do jogo deixou de assinalar uma penalidade clara em favor do Taubaté, quando Elias pela esquerda, ganhou na velocidade do lateral Rhuan e já dentro da área, foi derrubado. Outras oportunidades que mais levaram perigo na etapa final começou em cobrança de falta com Jean, outra com Erik que finalizou de primeira com o goleiro mandando pela linha de fundo; Em seguida foi a vez de Henrique subindo de cabeça na cobrança de escanteio. A ultima lance veio com Eduardo protegendo a bola tocou para Erik que chutou para fora com perigo.

Martelotte tentou mudar a equipe, colocando Eduardo em lugar de Caio Mancha, depois trocou Elias por Juninho e apesar de maior posse de bola, e mais tarde, colocou Lima em lugar de Claudinho, mas o Santo André procurava manter o resultado sem arriscar muito ao ataque.

No final do jogo Elivelton ainda teve uma oportunidade e finalizou com perigo para fora.

lance 2

3ª Rodada do Campeonato Paulista Série A2 – 27/01/2019

E. C. Santo André 1 x 0 E. C. Taubaté

Estádio Bruno José Daniel – Santo André- SP – 16h00

E. C. Santo André: Thomazella; Rhuan, Ícaro, Helton e Dênis Neves; Johnnattan, Fabrício Rodrigues (Cristian), Raphael Toledo e Guilherme Garré; Anselmo(Victor Sapo) e Carlos Alberto (Mateus Santiago) – Técnico: Fernando Marchiori

E. C. Taubaté: Rafael Roballo; Jean, Cesinha, Henrique e Samuel; Carlinhos, Elivelton e Claudinho (Lima); Erik, Elias (Juninho) e Caio Mancha (Eduardo) – Técnico: Marcelo Martelotte

Gol: Carlos Alberto (SA) aos 4 minutos da etapa final

Árbitro: Daniel Bernardes Serrano – Assistentes: Luís Alexandre Nilsen e Ricardo Luiz Buzzi

Não houve registro de cartão amarelo e nem vermelho.

Obs: Foi respeitado 1 minuto de silencio em homenagem póstuma ao sr. Carmelo Ribeiro Di Lourenzo Filho, ex-conselheiro do E. C. Taubaté e pelas vítimas da cidade de Brumadinho -MG

VEJA OS MELHORES MOMENTOS E O PÊNALTI NÃO MARCADO PARA O BURRÃO COM IMAGENS BOLA PAULISTA

(Fotos: Caíque Toledo / EC Taubaté)

Classificação após a 3ª rodada

1º – Água Santa                   7

2º XV de Piracicaba          7

3º E. C. Taubaté                 6

4º Rio Claro                       6

5º  Portuguesa Santista  6

6ª Internacional              6

7º Linense                        6

8º Santo André               6

9º Juventus                     4

10º Votuporanguense   3

11º São Bernardo          2

12º Atibaia                     2

13º Portuguesa             2

14º Nacional                 1

15º Penapolense          1

16º  Sertãozinho          0

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s