Burrão bate a Lusa no Canindé, quebra tabu e permanece nas primeiras colocações

E C. Taubaté quebra tabu no Canindé e bate a Portuguesa com golaço de Ermínio

c5833ac4-4c8f-45eb-823a-e2c53dcd4712

Ermínio comemora o golaço no Canindé – foto: Caique Toledo / EC Taubaté

Com Giovanni Pavani em lugar de Maykinho e Ermínio centralizado no ataque em lugar de Rodriguinho, a equipe do E. C. Taubaté se mostrou mais bem posicionada no campo e apesar da Portuguesa incomodar com dois cruzamentos perigos nos primeiros três minutos, foi o Taubaté que abriu o marcador aos 6 minutos com o artilheiro Ermínio, após triangulação entre Boquinha, Chumbinho e Malcoom, Ermínio finalizou com estilo para o gol de Dida.

Após sofrer o gol a Portuguesa, passou a buscar com maior frequência o setor ofensivo, mas as finalizações não tiveram sucesso, somado com o bom posicionamento da defesa taubateana.

Para a etapa complementar, a Lusa voltou com uma alteração, fazendo entrar Jorge Eduardo em lugar de Roger. Como no primeiro tempo, a Portuguesa permanecia no ataque, mas as finalizações não saiam com precisão, até quando Vinicius desviou com precisão, o goleiro William fez grande defesa salvando o gol de empate.

Aos 18 minutos, o Taubaté processou duas alterações, em busca de dar mais consistência à equipe. Maykinho entrou em lugar de Chumbinho e Marco Antônio, para dar velocidade pela lateral, substituiu Coutinho. Depois,  Giovanni Pavani cedeu o lugar para Negueba.

A Portuguesa apesar de atacar não conseguia finalizar de forma correta, e até na trave mandou uma bola na cabeçada de Ranielli.

O Taubaté aproveitava os contra ataques em busca do segundo gol e por várias vezes levou perigo com Marco Antônio, Boquita e Ermínio, como a mais perigosa aos 39 minutos, na cobrança de escanteio, Boquita finalizou a bola desviou na zaga e saiu com perigo para alinha de fundo.

O Taubaté passou a administrar o final do jogo que teve 5 minutos de acréscimo até o apito final do árbitro, quebrando um tabu de não vencer a Portuguesa no Canindé.

A segunda vitória consecutiva, mantém o E. C. Taubaté nas primeiras colocações, com 7 pontos em 3 jogos (duas vitórias e um empate). O Burrão tem o mesmo numero de pontos que  Sertãozinho e São Bernardo, ficando na 3ª colocação pelo critério de saldo de gols ( 2 contra 3 dos adversários)

9cbe4c70-f82c-480a-b7bc-f3c9219aea1b

Melhores momentos da etapa inicial.

A Portuguesa inicia o jogo tentando dar pressão na defesa taubateana, com dois cruzamentos nos primeiros três minutos.

Aos 6 minutos, em jogada pela lateral esquerda, Malcoon cobra a lateral para Boquita que se livra do marcador e toca para Chumbinho que, rapidamente serve Malcoon na lateral da área que cruza.  Ermínio, dentro da área, entre dois zagueiros, domina e de costas para o gol de voleio, finaliza com perfeição, abrindo o placar. Golaço. E. C. Taubaté 1 X 0 Portuguesa.

Quatro minutos depois, o artilheiro da Lusa, Lucio Flávio finaliza errado para fora, mas com perigo.

A Portuguesa passou a insistir no sistema ofensivo com duas jogadas perigosas que resultaram dois escanteios, mas nas cobranças a defensiva do Taubaté estava atenta.

Aos 20 minutos, Chumbinho recebeu uma bola açucarada de Ermínio e finalizou com muito perigo. A bola saiu raspando a trave do goleiro Dida.

Cinco minutos depois foi a vez de Marco Antônio finalizar com perigo depois de receber lançamento de Malcoon.

Ainda no ataque a Lusa criou nova chance de perigo para o gol de William, que aos 27’ fez boa defesa em cabeçada de Raniele.

Aos 32 ‘, novamente a Portuguesa chega com perigo com finalização de Bruno Mota, mas a bola saiu pela linha de fundo.

No finalzinho do primeiro tempo, a Portuguesa criou uma chance de ouro com Bruno Maia que cruzou na chegada de Carioca, o zagueiro Dogão cortou o lance.

0d037392-74a6-4f00-8fda-297884725791

Etapa final

Com Edson e Raphael Toledo foram duas finalizações nos primeiro minutos, mas ambos sem perigo, porém 11 minutos, William faz milagre ao defender a bola em cima da linha na finalização de Vinicius.

Na trave. Aos 20 minutos, Ranielli de cabeça toca na bola que se choca na trave e na volta, William segura.

Aos 39 minutos, na cobrança de escanteio, Boquita finalizou a bola desviou na zaga e saiu com perigo para alinha de fundo.

Já nos acréscimos Pedro finalizou da entrada da área com muito perigo, a bola tirou tinta da trave e saiu.

Ficha técnica

Campeonato Paulista da Série A2

29/01/2020 – às 20h30 – 3ª rodada

A Portuguesa Desportos 0 X 1 E. C. Taubaté

Estádio Dr. Oswaldo Teixeira Duarte

E. C. Taubaté: William; Ynaiã, Dogão, Rafael Castro e Malcoon; Pedro Demarchi, Boquita, Giovanni Pavani (Negueba) e Chumbinho (Maykino); Ermínio e Coutinho (Marco Antônio) – Técnico: Claudiomiro/Sandrinho.

A Portuguesa Desportos: Dida; Vinícius, Raniele, Bruno Maia e Vinícius Pedalada (Leo Pereira); Caíque, Raphael Toledo (Adilson Bahia), Roger (Jorge Eduardo) e Bruno Mota; Lucio Flávio e Carioca – Técnico: Moacir Junior

Árbitro: Flávio Roberto Mineiro Ribeiro – Auxiliares: Enderson Emanoel Turbiani da Silva e Domingos da Silva Chagas. Quarto árbitro: Pietro Dimitrof Stefanelli.

Cartões Amarelos: Caique (P), Lúcio Flávio (P), Raphael Toledo (P),  William (T)

Público: 2.780 – Renda: R$ 30.300,00

Obs: O técnico Ivan Izzo suspenso não ficou no banco comandando a equipe.

O E. C. Taubaté quebrou tabu ao vencer a Portuguesa no Canindé.

logo minclean blog

 

O E. C. Taubaté volta a campo no sábado (01), quando recebe no Joaquinzão a Penapolense em jogo marcado para às 15h00.

O torcedor com certeza estará presente em grande numero.

Veja aqui o gol de Ermínio com imagens da BURRO TV

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s