Vôlei Taubaté vence o primeiro jogo da semifinal da Superliga

Com parciais de 25/23, 25/17, 21/25 e 25/17 o Vôlei Taubaté venceu o Vôlei Renata 3 a 1 e faz 1 a 0 na série de melhor de 3 jogos. Equipes voltam a jogar no sábado (10) na “bolha” em Saquarema

Jogando na noite desta quarta-feira (07/04), o EMS Taubaté Funvic venceu o Vôlei Renata (SP) por 3 sets a 1 (Parciais de 25×23, 25×17, 21×25 e 25×17) pela primeira partida válida pelas semifinais da Superliga Banco do Brasil Masculina de Vôlei 2020/21.

Com a vitória, o Taubaté larga na frente, fazendo 1 a 0 na série melhor de três jogos que definirá quem avança para as finais. As duas equipes voltam a se enfrentar no próximo sábado, 10/04, às 21h30, no CDV em Saquarema (RJ).

O jogo: O técnico Javier Weber colocou em quadra a equipe inicial com Bruno Rezende (levantador), Maurício Souza (central), Maurício Borges (ponteiro), Douglas Souza (ponteiro), Lucão (central), Felipe Roque (oposto) e Thales (líbero). Entraram ao longo da partida o ponteiro João Franck, o levantador Rapha, o ponteiro João Rafael e o oposto
Gabriel Cândido.

O primeiro set começou bem equilibrado com os dois times buscando forçar o saque. O EMS Taubaté Funvic buscou as bolas com seus ponteiros e com o oposto Felipe Roque nos primeiros movimentos. O Vôlei Renata respondeu com boa efetividade no serviço, e manteve a partida muito equilibrada. Nenhum dos dois times conseguiu abrir mais do
que dois pontos de vantagem. O Taubaté mostrou bom volume defensivo e na reta final do set aproveitou melhor as bolas de contra-ataque, fechando em 25 a 23, em 34 minutos.

O segundo set foi de maior domínio do EMS Taubaté Funvic, que encaixou bem o saque, forçando erros da recepção e defesa do Vôlei Renata. O time taubateano manteve bom volume defensivo e o bloqueio foi decisivo para a equipe abrir vantagem confortável. Com o passe funcionando bem, as bolas com os ponteiros se manteve bem efetiva e o
Taubaté encaminhou a vitória com superioridade por 25 a 17, em 25 minutos.

O terceiro set começou com o EMS Taubaté Funvic se destacando no sistema defesa/bloqueio e aproveitando bem as bolas de contra-ataque. O saque taubateano também dificultou muito a recepção do Vôlei Renata, que acabou cometendo mais erros de ataque. O Taubaté chegou a abrir três pontos de vantagem. O time campineiro reagiu e virou bolas importantes, conseguindo virar e abrir dois pontos de frente. O técnico Javier Weber colocou Rapha no lugar de Bruno Rezende, e o Taubaté encostou no placar. A partida seguiu nervosa e bem equilibrada. O Vôlei Renata cresceu muito na defesa e no bloqueio, e as bolas de contra-ataque foram decisivas na fase final do set. O Taubaté
ainda salvou um set point do Vôlei Renata, mas o time campineiro fechou em 25 a 21, em 29 minutos.

O quarto set começou muito equilibrado, com as duas equipes forçando bem o saque. O serviço do Taubaté funcionou muito bem ao longo de todo o set, e foi um fundamento decisivo. A equipe voltou a crescer no bloqueio e na defesa, aproveitando bem as bolas de contra-ataque. A partir da metade do set, o EMS Taubaté Funvic cresceu muito no
volume de jogo defensivo, e conseguiu abrir cinco pontos de vantagem. O Vôlei Renata sentiu a pressão do ataque taubateano e não conseguiu reagir. Os taubateanos fizeram um final de set bem agressivo e com poucos erros, fechando o set em 25 a 17, fechando o jogo em 3 sets a 1. A partida teve duração total de 2h10.

O melhor atleta em quadra, premiado com o Troféu Viva Vôlei, foi o central Maurício Souza, do EMS Taubaté Funvic.

“Sabíamos que ia ser um jogo difícil, como sempre é contra o Vôlei Renata. Sabíamos que o caminho seria segurar o saque deles, que é bem potente, e que tínhamos que impor o nosso padrão de jogo. Acho que conseguimos isso, apesar de termos cometido alguns erros, até mesmo com o passe na mão. Temos que corrigir isso para sábado e encarar a partida com muito foco, pois será mais difícil que a de hoje”, comentou Maurício.

O maior pontuador da partida foi Vaccari, do Vôlei Renata, com 19 bolas anotadas. Pelo lado do EMS Taubaté Funvic, o maior pontuador foi o ponteiro Douglas Souza, com 18 pontos.

Próximo jogo: As duas equipes voltam a jogar no próximo sábado (10/04), às 19h00, novamente no CDV em Saquarema (RJ), pela segunda partida da série melhor de três. O EMS Taubaté Funvic precisa de uma vitória para fechar a série e avançar à decisão. O Vôlei Renata precisa vencer para forçar uma terceira e decisiva partida.

Na outra semifinal disputada nesta quarta-feira, o Minas Tênis Clube (MG) derrotou o Vôlei UM Itapetininga por 3 sets a 0.

SEMIFINAIS DA SUPERLIGA BANCO DO BRASIL MASCULINA 2020/21
Primeira rodada – 07/04 (quarta-feira)
Vôlei UM Itapetininga (SP) 0x3 Minas Tênis Clube (MG)
EMS Taubaté Funvic (SP) 3×1 Vôlei Renata (SP)


Segunda rodada – 10/04 (sábado)
Minas Tênis Clube (MG) x Vôlei UM Itapetininga (SP), 19h00, no CDV – SPORTV 2
Vôlei Renata (SP) x EMS Taubaté Funvic (SP), 21h30, no CDV – SPORTV 2


Terceira rodada (se necessário) – 12/04 (segunda-feira)
Vôlei UM Itapetininga (SP) x Minas Tênis Clube (MG), 19h00, no CDV – SPORTV 2
EMS Taubaté Funvic (SP) x Vôlei Renata (SP), 21h30, no CDV – SPORTV 2

fotos: William Lucas/Inovafoto/CBV

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s